domingo, 16 de agosto de 2015

Kristen na capa da NYLON Magazine edição Setembro 2015


Outtakes


Vestuario

Kristen Stewart de #AmericanUltra em um blazer Outono 2015 @CHANEL para a capa de Setembro 2015 de @NylonMag

Amo este sweater @OpeningCeremony AW15 -- animada por ver #KristenStewart na edicao de Setembro de @NylonMag!

Tradução 

Como é estar com Kristen Stewart em público? Imagine andar com um jaguar, que todo mundo quer encarar e fazer carinho, mesmo que eles saibam que são supostamente legais – até quando um grande, raro gato está em seu lugar de tomar café. O problema é, ninguém pode ficar totalmente calmo ao redor da atriz. Nem mesmo ela.
Dolorosamente consciente de sua fama, Stewart, a estrela de cinema global, pede um latte de leite de amêndoa em seu café favorito em Echo Park de uma maneira melhor descrita como charmosa e estranha. Ela conversa com o atendente sobre a mais nova expansão do café, blá blá blá, enquanto passa as mãos pelo cabelo nervosamente. A tagarelice de Stewart não é a coisa mais natural do mundo, mas a mensagem é clara: Veja, eu sou uma pessoa legal e normal. Conte para seus amigos!  
Andar pelo pátio externo é dificilmente melhor. Qualquer pessoa que não esteja enterrado em seu laptop reconhece a menina de Twilight. Alguns sussurram e outros a bebem com avidez antes de desviar o olhar, mas quase não importa. A carga está no ar. O corpo de Stewart é tenso, seu olhar para baixo até que ela senta em uma cadeira no canto mais remoto, uma expressão divertida, quase irritada no rosto.
“Eu realmente queria não ser reconhecida,” ela diz em uma voz baixa. “É tão irritante. Eu odeio pra caralho as pessoas para mim quando tudo o que eu fazer é olhar de volta.”
Stewart xinga exuberantemente e, muitas vezes, alimentada por algo mais próximo de alegria do que agressão, de uma forma que lembra a vela romana efervescente que é a vida. Ela também é direta no que ela diz, algumas vezes sem corte, mas nunca parece malvada, mesmo quando ela diz,“Isso não é algo que eu falaria com o público – isso é louco,” sobre se ela ainda mantém contato com seu ex-namorado/co-star na franquia TwilightRobert Pattinson. Ao invés disso, ela surge honesta – ardentemente e surpreendentemente honesta – o que é o motivo pelo qual seus amigos, fãs e tablóides a amam.
Seu senso inflexível de autenticidade também é o motivo pelo qual Stewart é repetidamente escolhida para interpretar papéis que exigem que ela diga algo que outro não podem e não irão dizer (veja: a sensível filha que não promete uma faculdade para sua mãe que está morrendo em Para Sempre Alice, ou a assistente que desafia a esnobe pela qual ela é responsável, a grande dama do teatro de Juliette Binoche, em Acima das Nuvens.) Ela irá ocupar outro papel assim em Billy Lynn’s Long Halftime Walk, de Ang Lee, que lança ano que vem, como a irmã do personagem titular que é contra ele ir para a guerra no Iraque: “Ele volta como uma pessoa diferente e ela não reconhece seu irmão. Eu sou a única coisa que está tentando mantê-lo em casa, a perspectiva clara sobre o outro lado em todo o filme.”
Em American Ultra, nos cinemas, sua personagem menos contrário, mas tão explícita emocionalmente quanto. “Eu estou sempre aterrorizada antes de cada papel,” ela diz. “Mesmo se é divertido, ou estúpido, ou qualquer coisa. American Ultra é uma comédia sobre drogados, mas foi fisicamente cansativo, e tentar contar uma história tão absurda mas manter o foco para que as pessoas possam acreditar é realmente difícil.”
Riley Keough, que conheceu Stewart quando estavam em The Runaways juntas, fala sobre o fascínio ardente de Stewart“Ela apenas não se importa. Ela se expões corajosamente porque ela ama a arte. E eu acho que ela entende o que vem com isso. Não há uma parte dessa meninas que é presa em Hollywood ou se importa sobre a opinião de outros, e eu provavelmente conheci três pessoas assim na minha vida inteira.”
Stewart não está prestes a deixar a fama transformá-la em uma esquisita que não pode se conectar mais, que fala somente em declarações aprovadas – especialmente quando se trata de sua sexualidade e relacionamentos. Mas o que Stewart, agora com 25, vai compartilhar e não vai compartilhar é um algoritmo fascinante que ela está afiada ao longo do tempo. Ela recusa a oferecer sua vida para o esporte do tablóide, mas ela também não teme o cru e aberto.
Pegue o começo do nosso dia, por exemplo. Por algumas horas, tudo o que eu sei é que Stewartestá vindo me buscar às 14h. Nós não temos nenhum plano porque ela rejeitou todas as sugestões oferecidas: Roller Derby, aula de guitarra, etc. Ao redor de 14:15 ela me liga de um número desbloqueado para dizer que ela está do lado de fora. Na era atual do controle de palavras feito pelos publicistas, uma estrela da potência de Stewart teria normalmente nos encontrado em um lugar neutro, sem informação de contato trocada, mas além de sua publicista de longa data definir a data e o horário, Stewart pulou essas formalidades.
Ao invés disso, ela me deixa entrar na sua SUV, que está carregada de sacos cheios de ganhos, destinados ao Goodwill.
“Me mandam muitas coisas,” diz Stewart, fazendo referência ao fato de que ela pode impulsionar uma carreira de moda apenas usando alguma coisa na frente das câmeras. Saindo de um dos sacos está um par de tênis com uma estampa que parece muito para Stewart. Vestida em jeans desbotado da Levi’s, Vans branco e uma blusa vintage de skateboarding, seu estilo é mais empregada de loja de skate com um cartão de maconha medicinal. Uma corrente prata com uma miniatura de um cadeado decora seu pescoço. Manchas de delineador em seus olhos, dando a ela uma aparência sexy de quem acabou de acordar.
“Eu sou uma skatista,” diz Stewart, citando seu modo preferido de transporte para a escola enquanto crescia em San Fernando Valley“Eu não sou uma garota skatista hard-core – eu posso andar de skate na rua, mas eu não gosto de fazer manobras. Andar de skate no centro da cidade pode ser meu lugar feliz.”
Mas para a nossa entrevista, ela não está a fim do que ela chama provocantemente de “atividades.” Ela quer conversar, então nós vamos até seu café favorito, apenas 10 minutos de distância de sua casa no leste de Hollywood.
Em seu próprio tempo, Stewart não tem nada contra um domingo preguiçoso – desde que tenha um toque de agressão. Crescer com três irmãos deu a ela uma vantagem feroz de competitividade. Como a única menina, “Eu não era tratada melhor e nem pior,” ela diz. “Eu realmente era um dos meninos. Eu acho que há uma ambição em mim de natureza.”
Resumindo: “Eu gosto de ganhar,” ela diz, mostrando um raro sorriso completo. “Eu amo jogos de todos os tipos,” mas sinuca, frisbee, e brincar com seus dois cachorros se destacam.
A estrela de The Hunger GamesJosh Hutcherson, que atuou com Stewart em Zathura quando ele tinha apenas 12 anos, diz que Stewart nunca perdeu seu senso de diversão: “Ela ganhou muitas coisas grandes em sua vida, mas ela não mudou. Ela ainda é a mesma menina despreocupada e legal.”
Seu espírito moleca é o motivo pelo qual ela se conecta com músicos que pensam igual a ela, comoPatti Smith, que uma vez veio até Stewart em uma festa de On the Road para oferecer apoio a ela com as palavras, “Seu pessoal está aqui por você,” e Joan Jett, que Stewart interpretou em The RunawaysStewart ainda ri pensando nas primeiras lições de guitarra de Jett“Se eu não estava sentindo completamente, ela iria até o fim do set ou palco que eu estivesse e ficaria tipo, ‘Kristen, coloque sua b**ta na madeira!’”
Stewart também limpa bem, o que é o motivo pelo qual ela se tornou, de forma improvável, a musa da Chanel“Eu realmente gosto de tocar em aspectos inexplorados de mim mesma; obviamente, isso é o que faço,” ela diz. “Roupas podem seriamente fazer isso, mas você não quer que as roupas vistam você. Então, muitas vezes eu fico tipo, ‘Oh cara, isso vai me ganhar.’” Com sorte, Karl Lagerfeld dá licença total para sua musa brincar: “Ele me deixa cortar os vestidos, ele me deixa roubar um cinto de um vestido e usar junto com outro… Eu realmente gosto do aspecto de performance disso, mas eu ainda gosto de dar o meu toque. Não quero sentir como se estivesse usando uma fantasia.”
No café, assim que os clientes esqueceram que Stewart está aqui, a conversa vira inevitavelmente para a última tempestade dos tablóides na vida da estrela. Alguns dias atrás, a mãe de Kristen,Jules Stewart, confirmou para o Sunday Mirror que sua filha está em uma relação com Alicia Cargile, uma produtora de efeitos visuais. Na entrevista, supostamente sobre o trabalho de caridade de Jules com os lobos, ela disse: “Eu conheci a namorada de Kristen, eu gosto dela,” e “Eu sinto que as pessoas devem ser livres para amar quem quiserem. Eu aceito que minha filha ama mulheres e homens.”*
Insira um desfile de peças de reflexão, galerias de fotos elogiando o guarda roupa andrógino deStewart, e a re-emergência do termo infeliz “Krisbian,” designado para fãs que “virariam lésbicas” somente por sua amada.
Talvez mais do que qualquer estrela de sua geração, a relação de Stewart com a máquina de fofoca é tempestuosa, para colocar mais levemente, e destaca a monstruosidade do ciclo de notícias de 24 horas. “É engraçado quando atores mais velhos ficam tipo, ‘Apenas dê um sorriso a eles.’ Eu fico ‘Você não faz ideia do que você está falando, mas obrigada!’ Deve ter sido incrível sem a internet.”
Ela está completamente consciente de que cada giro em sua vida amorosa é fervorosamente documentado, se ela coopera ou não: “É como se eu estivesse envolvida em uma história em quadrinhos semanal. Eu tenho essa personalidade atribuída… que eu mesma ajudei a criar, eu suponho. As pessoas fazem muito dinheiro em cima de pessoas como eu – é essa indústria em expansão, então por que você iria mudar o personagem que as pessoas estão pagando?”
Mas sua personagem está mudando, porque, apesar de tudo, ela tem 25 anos. Ela está pronta agora para fazer um grande pronunciamento sobre sua sexualidade?
Sim…
“Procure no Google. Não estou escondendo.”
E não: “E se você sente que realmente quer definir a si mesmo, e você tem a capacidade de articular esses parâmetros e eles te definem, então faça. Mas eu sou uma atriz, cara. Eu vivo na porra da ambiguidade dessa vida e eu amo isso. Eu não sinto que seria verdadeiro da minha parte estar tipo ‘’Estou saindo do armário!’’ Não, eu faço um trabalho. Até eu decidir que estou começando uma fundação ou que tenho alguma perspectiva ou opinião que outras pessoas deveriam receber… Eu não sei. Eu sou apenas uma criança fazendo filmes.”
Mas isso não é tudo, no entanto, a relutância de Stewart para categorizar sua sexualidade. Ela também acredita na fluidez, do tipo que levou Miley Cyrus dizer a Paper Magazine que ela está‘’literalmente aberta para qualquer coisa que consentir.’’
Stewart acrescenta: “Acho que em três ou quatro anos, vai ter muitas pessoas que não terão essa necessidade de descobrir se você é gay ou hétero. Você vai apensar fazer sua coisa.”
Ela é a primeira a admitir que durante os primeiros anos de Crepúsculo, ela não tinha que descobrir seus limites – não sexualmente, mas com a imprensa. “Deve ter havido vários repórteres que se sentaram na minha frente e pensaram ‘Essa garota vai quebrar.’ Eu tenho certeza que eu fiz as pessoas ficarem desconfortáveis.” Na época, quando ela recebia uma pergunta difícil, Stewart “ou ficaria chateada ou de repente ficaria confusa.”
Agora ela encontrou sua própria maneira de responder totalmente, mas enigmaticamente: “Eu trabalhei duro para me senti livre e aberta e não vender isso, ou ajudar alguém a vender isso.”
Apesar de toda conversa e feedback, Stewart foca em seu trabalho. Isso é o que a sustenta, e ela plantou suas raízes profundas na indústria. “Eu tenho certeza que posso continuar trabalhando,” ela diz. “Positivo. Não tem muita coisa que eu possa fazer agora para foder isso para mim mesma.”
Seu co-star em American Ultra e bom amigo, Jesse Eisenberg, aumenta sua confiança: “Ela é uma atriz que está constantemente trabalhando e você sabe que irá fazer coisas boas. Fora todos os outros atributos que ela tem, seu senso de humor, sua vontade de abraçar o tom do projeto, e há também sua autoconsciência, compreender o que a história precisa, o que a história é, e entender seu valor nesse lugar. É raro conhecer alguém tão humilde como ela. Ela não está ofuscando a história; ela prefere se esconder no papel do que aparecer.”
Para quem ainda tem dúvidas, o quadro completo de Stewart e seus próximo trabalhos provam seu alcance. Ela não pode falar muito sobre seu papel no novo filme de Woody Allen, novamente com Eisenberg, mas ela promete que “é um trecho, para dizer o mínimo.”
Como atriz, ela começa a saciar sua curiosidade – menos no café, onde ela continua escondida até sair, não olhando ninguém nos olhos. Em seguida, caminhamos para uma loja e boutique, onde ela novamente mantém a cabeça abaixada e mantém uma conversa em voz baixa com o caixa enquanto compra um pouco de manteiga clarificada. Seguida por sussurros onde quer nós vamos, Stewart se transforma em um animal protetor, sutilmente verificando seu território por intrusos até que estamos na segurança de seu carro novamente. “É por isso que quase nunca vou as compras,” ela diz com um suspiro e liga o motor.
Na tela, há uma fuga: Ela pode olhar para qualquer pessoa que escolher. “Para que eu me sinta compelida em um papel, ele precisa predestinado para mim… Eu tenho que estar ‘’Se eu não consigo fazer isso, eu posso eliminá-lo da existência, e eu estaria fazendo isso um desserviço.”
Dito isso, ela não tem medo de estragar nada. “Erros são legais, mesmo que sejam complicados,” ela diz. “Eu estou disposta a me sentir confortável. Eu estou OK com isso.”
*: A revista US Weekly publicou um esclarecimento onde Jules Stewart alega não ter falado sobre a vida pessoal da filha em entrevista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar saiba que:
1. Você pode se Cadastrar com sua rede social para comentar é muito simples. Clique AQUI para saber mais.
2. Comentários, imagens e links ofensivos a Robert, Kristen ou ao trabalho realizado por esse fandom serão deletados e banidos.
2. Evitem usos de palavrões e confusões pois esses comentários serão deletados e colocados na lista de SPAM.
3.Links de sugestão de máterias por favor enviem para irmandaderobsten@hotmail.com ou no nosso chat.