segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Scan + Tradução: Kristen na Hello Magazine

loading

Enquanto esteve promovendo seus filmes em Nova YorkKristen falou com a revista Hello Magazine sobre Clouds of Sils Maria, sua semelhança com o enredo do filme, sobre o que aprendeu interpretando Lydia e muito mais! Confira:
Ela pode ter apenas 24 anos, mas Kristen Stewart já possui o currículo de uma atriz de Hollywood com o dobro de sua idade. Após fazer seu nome no hit teen ‘Twilight’, desde então ela tem feito papéis mais adultos. Em seu próximo filme, ‘Clouds of Sils Maria’, ela interpreta a ansiosa assistente pessoal de uma atriz envelhecida, interpretada por Juliette Binoche, e em ‘Still Alice’ ela interpreta uma filha lidando com a precoce doença deAlzheimer de sua mãe. 

Dado o seu próprio status de celebridade, qual perspectiva que você trouxe para o seu papel em Clouds of Sils Maria?
Minha personagem diz coisas que são quase exatamente o que eu sinto sobre tudo que não faz sentido neste ramo. Ela também pode criticar o jeito que a imprensa torna a produção de filmes e a atuação em uma produção de consumo de massa e um fenômeno superficial, e é um processo que eu me familiarizo. Foi muito divertido falar aquelas coisas sobre esse ramo. 
Foi estranho interpretar uma assistente quando você mesma já teve assistentes?
Eu tive assistentes, mas nunca entrei em uma relação tão dependente do jeito que acontece com a personagem de Juliette e a minha. Eu posso entender como isso acontece porque ser famosa pode ser muito isolado – as pessoas param de te tratar de um jeito normal. Foi interessante explorar nessa história a dinâmica entre essas duas mulheres que se torna mais intensa assim que elas começam a se conhecer melhor. Uma assistente possui um trabalho muito difícil de preencher. Você não é uma mãe, irmã ou até amiga, mas você se torna tudo isso de um jeito misturado. 
Ao filmar, você obteve sentimentos de déjà vu?
Eu tive que conter o sorriso no meu rosto [em uma cena onde a jovem atriz é pega se comportando mal por um programa de fofocas]. Eu também tive que ter certeza de que minhas bochechas não estavam ficando vermelhas quando eu disse algumas falas porque o jeito em que estou vivendo deu ironia para elas. 
O filme mostra o quão perigoso pode ser quando a identidade de uma pessoa é definida pela fama. Como você se separa do ramo?
É parte da minha vida e eu gosto do trabalho então não penso nesses termos. Eu estou sempre trabalhando em algo. Quando eu termino algum projeto, já estou pensando em um novo ou lendo roteiros. Eu também gosto de escrever, poesia em particular, que eu leio para meus amigos algumas vezes. Eu sou tímida e geralmente é mais fácil me expressar por meio da escrita. Eu também leio bastante literatura e gosto quando as pessoas tiram um tempo para falar sobre um livro. Compartilhar o seu amor por um livro pode ser um jeito bom de conectar-se com outra pessoa. Essas histórias se tornam então mais especiais. 
Como você reage sobre histórias da imprensa sobre você?
Eu tento não ficar chateada porque é simplesmente o jeito que a mídia funciona. Mas as pessoas deveriam entender que geralmente as histórias possuem poucas verdades. As pessoas não fazem ideia do que está acontecendo na vida das outras. Também é muito raro quando as coisas são em preto e branco. A verdade é geralmente complicada. 
Então é melhor ignorar as fofocas?
Geralmente é uma batalha perdida ao se envolver com isso. Tudo o que você irá fazer é adicionar mais nessa merda, mesmo quando você está tentando ser honesta. E quando você está lidando com algo tipo uma separação, você só irá fazer tudo ficar pior e deixar a história continuar.
Assim como eu nunca planejei minha carreira de um modo específico. Eu não tento controlar a percepção das pessoas sobre mim ou as faço pensar de um jeito diferente sobre mim. Eu não sei como eles escolhem: “Bom, esse é um lado diferente de mim que as pessoas ainda não viram então vou apresentar para eles agora.” É tipo: “Por que você está fazendo isso para outras pessoas? Você deveria estar fazendo isso para si mesma.” Eu funciono desse modo desde comecei, e eu realmente não ligo para tudo isso.
 
O que o sucesso mudou em você?
Eu não me sinto diferente da menina que era antes de ser famosa. É difícil analisar e comparar como minha vida teria sido se ‘Twilight’ não tivesse acontecido. Embora, quando eu olho para onde estou agora, eu posso pelo menos dizer que estou feliz por ter chegado tão longe. 
Você também apareceu em um filme com Julianne Moore chamado ‘Still Alice’. Conte-nos sobre isso…
Foi uma experiência muito gratificante. Julianne Moore tem sido uma grande inspiração para mim. Esse filme me fez refletir sobre muitas coisas: a relação entre mãe e filha, a importância da memória e o quão importante elas são para nós. Também, foi o tipo de história que me fez pensar o quão sortuda eu sou por me sentir feliz.
Via / TraduçãoIrmandade Robsten Legacy 

Visite nossa Galeria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar saiba que:
1. Você pode se Cadastrar com sua rede social para comentar é muito simples. Clique AQUI para saber mais.
2. Comentários, imagens e links ofensivos a Robert, Kristen ou ao trabalho realizado por esse fandom serão deletados e banidos.
2. Evitem usos de palavrões e confusões pois esses comentários serão deletados e colocados na lista de SPAM.
3.Links de sugestão de máterias por favor enviem para irmandaderobsten@hotmail.com ou no nosso chat.