quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Review de Clouds Of Sils Maria no TIFF 2014


No auge de sua carreira internacional, Maria Enders (Juliette Binoche) é convidada para atuar em um remake da peça que a tornou famosa vinte anos atrás. Mas naquela época, ela desempenhou o papel de Sigrid, uma jovem sedutora que desarma e, eventualmente, leva sua chefe Helena ao suicídio. Agora ela está sendo convidado a entrar no outro papel, o da Helena mais velha. Ela sai com sua assistente (Kristen Stewart) para ensaiar em Sils Maria, uma região remota dos Alpes. A jovem estrela de Hollywood (Chloe Grace-Moretz) com uma propensão para escândalo assume o papel de Sigrid, e Maria encontra-se do outro lado do espelho, cara a cara com uma mulher ambiguamente encantadora que é, em essência, uma reflexão inquietante de si mesma.

Clouds Of Sils Maria reflete uma luz sobre as mulheres em Hollywood, no mundo e como a idade e sexo e podem afetá-las. Clouds Of Sils Maria é um pouco demais e corre um pouco longo demais, o que na verdade, complica o que ele está tentando dizer; é tudo tão inteligentemente sobre auto-conhecimento que ultrapassa o período de suas boas-vindas. Independentemente disso, o que Clouds tem a dizer traz motivo suficiente para prestarmos atenção. Stewart, Binoche e Moretz interpretam três mulheres diferentes de geração diferente e todas elas formam um triângulo de feminilidade, que está tentando sobreviver no mundo e em Hollywood. 

É um pouco longo e ultrapassa o período das boas-vinda, mas Clouds Of Sils Maria recebe retrata muito sobre Hollywood. É auto-conhecimento e esclarecimento tanto do mundo em que vivem os atores dentro dele quanto do mundo. Se você se mantem por dentro da cultura pop, das fofocas e manchetes, especialmente relacionadas ás atrizes do filme, você vai desfrutar das referências feitas no filme comparados com muitos momentos de sua fama. E na medida em que o auto-conhecimento de Hollywood se mostra, as características de gênero de Clouds absolutamente sobe.
Ele também consegue se firmar graças às performances de Binoche e Stewart. Já foi dito inúmeras vezes agora, mas Kristen Stewart é realmente fantástica em Clouds Of Sils Maria. Eu tenho sido um fã dela desde o início (e um apologista também), mas ela finalmente encontrou um papel que funciona para ela e a deixa brilhar e ela é realmente boa (e não que isso importe, mas ela também parece tão boa em tudo ). Ela atua de igual para igual com Binoche, que, como sempre, é perversa. Moretz é muito boa e tem uma versão maravilhosa de si mesma. 

Clouds Of Sils Maria ganha pontos graças ao seu roteiro, o diálogo e as performances se incendeiam, mas fica atolado por 20 minutos de estimulação demasiado longa e irregular.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar saiba que:
1. Você pode se Cadastrar com sua rede social para comentar é muito simples. Clique AQUI para saber mais.
2. Comentários, imagens e links ofensivos a Robert, Kristen ou ao trabalho realizado por esse fandom serão deletados e banidos.
2. Evitem usos de palavrões e confusões pois esses comentários serão deletados e colocados na lista de SPAM.
3.Links de sugestão de máterias por favor enviem para irmandaderobsten@hotmail.com ou no nosso chat.