segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Atualizado: Reviews de The Rover

  Female First

Apenas a parte que fala sobre Rob e sua atuação em The Rover
Todos temos nossas ideias sobre o tipo de ator que acreditamos que é Pattinson... Jogue todos esses pensamentos de lado, aqui temos um rendimento que vai fazer você mudar de ideia.
Pattinson está tentando livrar-se das algemas de Crepúsculo e colocou sua carreira em uma nova direção - não há dúvida de que o que torna este um excelente desempenho. É realmente diferente de tudo que já vimos antes.
Pearce e Pattinson formam um par muito interessante na tela, e isso é realmente um filme sobre duas almas muito perdidas. Eles realmente fazem este filme; No entanto, existem uma certa direção muito segura de Michôd.
The Rover é um filme valente, sombrio e violento que realmente é diferente de tudo que já vimos este verão. Eu achei muito refrescante!!!
 
Fielding on film
[...]
Eventualmente, vou entrar numa discussão cheia de spoiler, mas em primeiro lugar, deixe-me explicar por que esse filme merece um grande público. Primeiro, Pearce é incrível. Com seu corte de cabelo desigual - supomos que ele está cortou, ele mesmo, mal - e sujos de poeira, rosto cansado do mundo, ele é um homem no limite. No início, sua interação limitada com outros envolve seu interrogatorio sobre se viram ou não seu carro, e, em caso afirmativo, qual caminho que foi? Ele é abrasivo, impaciente e violento. Não é o cara mais apresentável. E então ele conhece Rey (Robert Pattinson), irmão que tem problemas intelectuais de Henry que está quase morto por um ferimento no estômago. Pensando que ele pode ajudá-lo a encontrar seu carro, Eric leva o jovem a um médico, e assim que Rey é remendado, eles estão de volta na estrada. Seu tempo juntos muda ambos, e no final, Eric é um personagem mais "acessível". Ele foi para mim, de qualquer maneira.

Em segundo lugar, eu vou ser honesto aqui ... Quando eu ouvi pela primeira vez sobre The Rover, minha reação foi "Guy Pearce? Viva! Robert Pattinson? Ah, não. Não Edward Cullen! (Meu rosto se contorceu de forma incontrolável e meus olhos rolaram por trás das órbitas.) Não consigo ver isso? É um filme de David Michod, depois de tudo! Decisões, decisões. "Eu me resignei, coloquei meu ódio relacionados com tudo-Twilight de lado, e se foi. Posso apenas dizer: "Uau." Eu já cometi um erro no Twitter, pedindo desculpas por ter subestimado Pattinson; percebendo que o cara merece outra chance, e eu vou fazê-lo aqui. Pattinson está irreconhecível neste papel. Ele me fez lembrar de uma criança perdida; um cão vadio. Talvez esse desempenho foi um acaso, mas isso me afetou o suficiente para que eu não esteja evitando Pattinson no futuro. Material impressionante.

And so it begins films
Os esforços de Robert Pattinson para romper com a sombra da franquia Crepúsculo tinham sido fracos na melhor das hipóteses. Ele tinha recebido poucos elogios por seu trabalho em Água para Elefantes, Bel Ami e Cosmopolis, mas não de mim. Felizmente, o seu trabalho em The Rover é uma verdadeira revelação. Seu Rey está com raiva, confuso e absolutamente fascinante. Há uma cena no final do filme em que Rey (que sofre claramente de uma deficiência mental) tenta articular uma pergunta, mas não pode obter as palavras, pelo menos não na ordem certa. Ele repete a frase duas, três, quatro vezes, tropeça com cada enunciado. Há uma frustração auto-consciente na cara de Rey que deixa claro que ele sabe que é pouco inteligente. Neste momento, eu sabia que iria ter a certeza de usar as palavras "grande" e "Robert Pattinson" na mesma frase. Porque  isso é exatamente o que ele está neste filme

Under the gun review
Robert Pattinson e eu digo isto sem qualquer hesitação em minhas palavras, finalmente transcendeu a sua fama de Crepúsculo para entregar um desempenho melhor e diferente de tudo que ele já fez. Ele interpreta seu papel igual de uma criança pequena e insegura tentando fazer quem está perto ficar com orgulho. Uma certa música aparece cerca de 3/4 do filme e ele canta junto com um dos mais infantis hits pop dos últimos dois anos. Isso não é para minimizar a sua presença dominante, porém, Pattinson mostra que ele pode agir com o melhor dele e eu, pessoalmente, não posso esperar para ver o que ele faz em seguida. Scoot McNairy quase não aparece para atuar como irmão criminal do Rey, mas é convincente na escassa quantidade de cenas que ele está.

Central42

Ainda que o filme seja mesmo de Pearce, Pattinson mostra uma enorme evolução na sua carreira. De todos os atores que ficaram marcados por longas sagas, o eterno vampiro literalmente brilhante de Crepúsculo é o que mais se arriscou em papéis difíceis sem decepcionar. Ver o jovem queridinho das adolescentes viver o perturbado Rey nesse filme coloca o ator em um caminho muito interessante. No caso de Pattinson, note como ele usa muito suas expressões faciais, os olhos e tiques diversos para construir seu personagem.

Para reviwes na integra clique nos sites linkados*

Fonte || Via || Via || Tradução Irmandade Robsten Legacy Visite nossa Galeria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar saiba que:
1. Você pode se Cadastrar com sua rede social para comentar é muito simples. Clique AQUI para saber mais.
2. Comentários, imagens e links ofensivos a Robert, Kristen ou ao trabalho realizado por esse fandom serão deletados e banidos.
2. Evitem usos de palavrões e confusões pois esses comentários serão deletados e colocados na lista de SPAM.
3.Links de sugestão de máterias por favor enviem para irmandaderobsten@hotmail.com ou no nosso chat.