sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Juliette Binoche menciona Kristen,'The Big Shoe' e Clouds of Sils Maria para Fotoramas



Juliette Binoche (Paris, 1964) trabalhou com os melhores diretores do mundo, e, depois de 50 anos de idade, continua a ser uma das mais procuradas atrizes. Sua agenda é uma loucura, mas não a acessa, mas sim sua assistente pessoal, Lina Martins, com a qual fomos contatados para realizar esta entrevista. Então descobrimos que é impossível não pensarem  'Sils Maria', o filme de Olivier Assayas, que nos deixou sem palavras, no Festival de Cannes e retrata com precisão a relação complexa entre a veterana atriz (a própria Binoche) e sua jovem assistente pessoal, interpretada por Kristen Stewart não menos deslumbrante. É o que dizemos de entrada, e ri. 

¿ Sua assistente da vida real Lina Martins parece com Kristen Stewart? 

(Risos) Não, Lina é  Portuguesa, tem sim a minha idade e faz quase 20 anos  que trabalha como a minha assistente pessoal. Houve um hiato de dois ou três anos, porque ela queria escrever, e eu já estava um pouco bem de ar. Mas agora ela está de volta para casa. Temos uma relação muito próxima que mistura amizade e trabalho. E nem sempre é fácil. É um pouco como um relacionamento, mas agora, depois de todo esse tempo, nós somos como irmãs. 


É verdade que 'Sils Maria' era a sua ideia? 

Sim, mas só a idéia original. Eu realmente queria trabalhar com Assayas, porque o encontrei muito timido, distante  quando filmamos " Horas de Verão '(2008), e senti que ainda podíamos fazer algo bom juntos. Então eu liguei para ele para falar sobre os personagens, e ele apresentou o seu script. Foi ele quem teve a idéia de transformar a personagem em uma atriz madura, sua  assistente sendo interpretada por  uma jovem atriz Chloë Grace Moretz. 

Assim, o filme  de Assayasno é um retrato Juliette Binoche? 

A idéia era, sim, que, entre os quatro (Olivier, Kristen, Chloë e eu) estávamos falando sobre a profissão que você sabe em primeira mão, com algum humor e ironia à distância. E eu não acho que meu personagem é particularmente o me inspirou. Para começar, ela não tem filhos e tê-los muda tudo. Obriga-nos a perguntar-se porque somos feitos, e como participar no mundo. 

Você costuma transmitir muita dor através da tela. 

Quem não sofre na vida? Acho que faz falta atores que reflitam o sofrimento, e eu imagino que é por isso que eles me chamam, para ser o catalisador que transforma sofrimento. Em filmes onde eu trabalho, mas o final é muito trágico, sempre preciso de um vislumbre de esperança.Foi assim por exemplo, em 'The Childhood of a Leader',, a estréia atrás das câmeras de Brady Corbet, que é um ator brilhante, mas estava muito obscuro. Eu tenho alguns filmes muito difíceis, profundos e transcendentais, e eu quero mudar isso. Então, em troca eu vou estar em 'The Big Shoe' por Steven Shainberg, diretor do 'Secretário' (2002). Vai ser muito mais divertido, mais eu reencontro com Kristen. Acho que tenho um potencial cômico a descobrir. Aos 50 anos eu começo minha segunda vida.


Matéria completa Aqui


Fonte -Tradução Irmandade Robsten Legacy Visite nossa Galeria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar saiba que:
1. Você pode se Cadastrar com sua rede social para comentar é muito simples. Clique AQUI para saber mais.
2. Comentários, imagens e links ofensivos a Robert, Kristen ou ao trabalho realizado por esse fandom serão deletados e banidos.
2. Evitem usos de palavrões e confusões pois esses comentários serão deletados e colocados na lista de SPAM.
3.Links de sugestão de máterias por favor enviem para irmandaderobsten@hotmail.com ou no nosso chat.