sábado, 5 de julho de 2014

Thecinemaretrospect: The Rover um filme que não é necessariamente bom ou ruim, mas poderoso.

Vários anos atrás, o diretor australiano David Michod lançou Animal Kingdom, que foi um sucesso e teve uma indicação ao Oscar, ganhando rapidamente uma reputação como um dos melhores filmes da indústria cinematográfica australiana. Michod agora lançou seu segundo longa-metragem, The Rover, que é um conto de vingança brutalmente crua com foco em dois homens, interpretado por Guy Pearce e Robert Pattinson.

Situado 10 anos para o futuro, após um colapso econômico global, o mundo é definido inteiramente no interior da Austrália e em condições distópicos. O filme apresenta seu enredo em movimento quando um grupo de criminosos entra em um acidente de carro. Estes roubam um carro nas proximidades para fugir.O personagem Eric, o proprietário do carro, vai pra cima de Rey, o irmão de um dos homens que roubaram o carro de Eric. O filme segue Eric e Rey rastreando os homens para seus próprios propósitos.

Isto é, tanto quanto o enredo vai em termos de narrativa. Ele cria muitas perguntas e propositalmente deixa o espectador respondê-las. Ao invés de explicar o que aconteceu e por que, Michod se concentra em explorar o vazio escuro e sem vida que o mundo se tornou e como tudo é sombrio e como isso parece normal para todos os que vivem neste mundo.


Ao longo do filme, há um ar de ambiguidade por trás de tudo, os personagens, o mundo, a história. Nós não temos nenhuma ideia de porque Eric está determinado a obter o seu carro de volta ou o que realmente aconteceu no colapso, mas uma coisa é certa, os seres humanos têm agora a sua própria definição para a moralidade. Apesar de ser o personagem principal, Eric é um anti-herói que vai matar qualquer um que fica em seu caminho sem pensar duas vezes. Então, por que um homem que claramente não tem medo de assumir o que quer, quer o seu carro de volta, quando ele vive em um mundo onde a posse não importa mais? O mistério por trás do personagem de Eric é a força motriz do filme.
Após a primeira tentativa de Eric pegar o carro de volta falhar, ele encontra Rey, que foi abandonado por seu próprio irmão e deixado para morrer. Eric aproveita esta oportunidade e usa Rey para rastrear os homens e obter o seu carro de volta. Robert Pattinson mergulha completamente no papel. Tanto Pearce quanto Pattinson realizam o filme sem problemas sobre os seus ombros, nunca suplantando um ao outro, mas co-existindo juntos e dando sua interpretação do que homens como este faria em momentos como este.

Eric e Rey foram verdadeiramente formado por suas experiências desde o colapso. Ambos caem em ambos os lados do espectro, Eric é um homem profundamente niilista que é muito inteligente e pode mesmo ter sido um ser humano decente uma vez, mas rapidamente se deteriorou depois de ver o mundo para o que se tornou. Perspectiva sombria de Eric na vida é por causa do que ele passou, que é dado em um contexto de cenas mais inesquecíveis do filme. Pearce dá uma de suas maiores performances em anos, como um quase mudo, dando ao personagem tanta complexidade nas cenas em que ele simplesmente olha para o esquecimento. Ninguém sabe por que Eric quer o seu carro de volta, o que é trivial, mas Pearce o faz ser genuíno.

E então nós temos Rey, que é por todos os meios uma pessoa inteligente. Rey praticamente cresceu no novo mundo e aprendeu sobre isso da maneira mais difícil. Ele só tinha a si mesmo para ensinar a si mesmo como sobreviver. Todas as suas experiências e circunstâncias são enormes fatores a ser uma história trágica, mas há sempre uma réstia de esperança dentro de si, algo bom. Não há raiz para essa luz, mas é o que ele continua indo mesmo em alguma cenas mais sombrias do filme. Rey está esperançoso enquanto Eric é impossível, e esses dois contrastes são perspectivas interessantes. Pattinson dá um desempenho profundamente esplendoroso, realmente tem que entrar profundamente na pele desse homem.

The Rover é definitivamente um filme lenta, com imagens sombria e uma trilha sonora que combina com a sua escuridão e artesanato de Michod, esse vazio escuro de um mundo com uma visão distinta. 

The Rover é uma viagem imersiva, escuro e emocional, um soco direito até sua cena final, a criação de um filme que não é necessariamente bom ou ruim, mas poderoso.

Fonte | Tradução: FCRPattzBrasil Irmandade Robsten Legacy Visite nossa Galeria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar saiba que:
1. Você pode se Cadastrar com sua rede social para comentar é muito simples. Clique AQUI para saber mais.
2. Comentários, imagens e links ofensivos a Robert, Kristen ou ao trabalho realizado por esse fandom serão deletados e banidos.
2. Evitem usos de palavrões e confusões pois esses comentários serão deletados e colocados na lista de SPAM.
3.Links de sugestão de máterias por favor enviem para irmandaderobsten@hotmail.com ou no nosso chat.