sexta-feira, 27 de junho de 2014

Entrevista de Rob com The Star Online


Bem vindo de volta Robert Pattinson.

Após o fim da Saga Twilight, na qual Pattinson interpretou o amado vampiro Edward Cullen, o ator parecia perdido.

O que fazer a seguir?

Agora, de repente a carreira de Pattinson está em andamento. Destaque em dois filmes que foram o assunto da última edição do Festival de Cannes: o corrosivo Maps to the Stars de David Cronenberg e o distópico The Rover de David Michod.

Em uma recente conferência de imprensa em Beverly Hills para The Rover, ele continua sendo tão humilde como sempre.

Lembro que uma vez eu perguntei a ele sobre ser demitido na noite de abertura na prestigiada Royal Court Theatre de Londres.

Em vez de mostrar um pouco de vergonha, respondeu: "Foi a melhor coisa que já me aconteceu e uma boa lição."

Depois de um papel pequeno, mas significativo em Harry Potter e o Cálice de Fogo, ele voou para Los Angeles com a bênção de seu agente. As coisas não correram bem nas audições, nem mesmo em Twilight, mas a autora Stephenie Meyer viu algo lá.

Aos 21 anos ele poderia ser um pouco velho para o papel, pensou, mas lhe deu o conselho que precisava.

"Barbei-se duas vezes", disse Meyer ao jovem de barba espessa e, claro, o resto é história.

Você filmou The Rover na Austrália? Como é passar dificuldade para variar?
 

Eu gosto da Austrália. Tinha estado apenas uma vez antes, em Sidney apenas para imprensa. Trabalhar no Interior foi totalmente um mundo diferente, mas eu amei estar lá. Foi bonito, uma espécie de serenidade capaz de ver o horizonte. Não havia absolutamente nada por quilômetros, centenas de quilômetros. Não só não havia pessoas tentando encontrar-lhe, não havia absolutamente ninguém, então foi muito mais fácil concentrar-se na atuação e não ter que se preocupar se alguém tentava surpreender. Achei muito tranquilo e relaxante.

Como foi trabalhar com David Michod y Guy Pearce?
 

Eu tinha feito a audição com David um longo tempo antes do início das filmagens. Passamos por um monte de diferentes encarnações de meu personagem. Houve um ponto em que eu queria ter o topo das minhas orelhas cortadas porque eu tinha visto imagens dos ladrões no Velho Oeste e eles costumava fazer isso aos ladrões. Nós conversamos por meses antes, então foi muito confortável.

E então, quando Guy chegou - Eu o conheci apenas uma semana antes do início das filmagens – Me dei muito bem com ele. É o tipo de ator que não usa muletas para a ação. Ele cria algo novo a cada vez, e permite a ansiedade, algo com que estou familiarizado, por isso eramos iguais quando estávamos atuando.

Já encontrou sua roupa e DVDs perdidos?

Eu tenho certeza que estão em alguma caixa de armazenamento em algum lugar. No outro dia eu estava tentando encontrar meus Teen Choice Awards para colocá-los no corredor da minha casa, um corredor da glória, de modo que as pessoas se sintam intimidados quando entrar, mas eu não consegui encontrá-los.

Você é o rosto da fragrância de Dior Homme. Dior provavelmente pode ajudá-lo com alguma roupa?

Realmente nunca me vi fazendo um contrato de patrocínio. Eu conheci algumas pessoas que trabalham para Dior e eu simplesmente gostei. Parecia ótimo fazer o trabalho e queria trabalhar com Romain Gavras (que dirigiu o anúncio de Dior Homme).

Dior é uma grande marca. É algo bom estar associado, mas apenas faço nada por eles. De vez em quando eu tenho que ir para alguma festa de Dior, o que é ótimo. Vou fazer outro anúncio para eles em breve e estou estranhamente animado sobre isso.

Há rumores de que vai interpretar Han Solo na reinicialização de Star Wars. Isso é verdade?

Eu sou sempre um pouco cauteloso na hora de entrar na pele de um personagem já estabelecido. É assustador, especialmente fazendo algo como este, onde há tantas expectativas. antes mesmo de começar o trabalho. É um grande projeto, não é como fazer um indie por dois meses.

Então, o que vai acontecer?

Eu não fui contactado por ninguém, mas estou absolutamente aberto a tudo.

Que tipo de histórias te interessam?

Eu realmente não vejo filmes como histórias. É sobre o personagem. Nunca vejo um script em seu conjunto.

Este filme que estou fazendo com Olivier Assayas no final do ano, é ótimo no geral, mas meu foco é meu personagem. Há algo especial sobre ele. É um desafio interessante em uma psicologia criminal.

Então, eu nunca realmente olho para um script como uma história, mesmo em termos de gênero. Mas uma vez disse isso, gostaria de fazer uma comédia em algum momento, mas não estou à procura de coisas.

O que o futuro reserva?

Eu quero continuar fazendo projetos interessantes e ambiciosos. Tentar fazer coisas que são um desafio, e espero que as pessoas apreciam isso.

Fonte || Via || Via || Tradução Irmandade Robsten Legacy Visite nossa Galeria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar saiba que:
1. Você pode se Cadastrar com sua rede social para comentar é muito simples. Clique AQUI para saber mais.
2. Comentários, imagens e links ofensivos a Robert, Kristen ou ao trabalho realizado por esse fandom serão deletados e banidos.
2. Evitem usos de palavrões e confusões pois esses comentários serão deletados e colocados na lista de SPAM.
3.Links de sugestão de máterias por favor enviem para irmandaderobsten@hotmail.com ou no nosso chat.